sábado, 25 de setembro de 2010

Parte completa


O amor que maneava entre nós dois, realizada um circulo harmonioso no ar. Tudo mudava, nossos coração batendo no mesmo ritmo disparado, realizada uma sonoridade que só nós dois juntos sabíamos realizar. E de frente aquele mar, a batida das águas, suas ondas, davam um ar propício para qualquer relacionamento seguir em frente de vento em polpa. E se seguiu.
Aquele dia automaticamente ficou reservado em minha mente, como o melhor dia da minha vida. Não apenas pelo fato dele estar ao meu lado, sendo que isso contribui
gradativamente, mais pelo fato de me sentir livre, distante do mundo lá fora. Como se tudo girasse ao redor daquela paisagem, como se o mal não existisse e eu tivesse conhecido apenas o bem até aquele dia. E o mal fosse completamente invisível aos meus olhos.
Eu estava completamente feliz, sendo uma mistura de alegria com amor, e tudo que há de bom. Eu sabia que um dia tudo aquilo acabaria e eu sentiria saudades e aquilo que contrariava, me deixava pra baixo. Eu não gostaria de perder tudo isso, não depois de
experimentar o melhor da vida, ao lado dele. Mais eu entendo tudo que é bom dura pouco, mais o tempo que durou se tornará a lembrança mais linda de uma história tanto de amor, como de alma limpa. Um novo futuro eu escrevi naquele dia, como minhas próprias mãos.
Por:
Luana Broni

Nenhum comentário:

Postar um comentário